Em março de 2009 nosso mundo desabou descobrimos que a nossa até então única filha, Raphaela estava com Leucemia. Isso nos desestruturou emocionante. Começava uma luta contra o tempo. Ficamos internadas e nesse processo, nos foi apresentado um trabalho social incrível, o da Casa Ronald Mc Donald do Rio de Janeiro.

Trabalho esse que só tinha ouvido falar nas campanhas do Mc dia Feliz. Após a alta hospitalar a princípio fomos assistidos com a ajuda da Bolsa de Alimentos por pelo menos uns dois anos. Raphaela entrou no controle e tudo corria muito bem até que em outubro 2013 infelizmente a doença voltou e nos desestruturando mais uma vez e dessa vez ela foi indicada para fazer o transplante de medula óssea, só que tinha um porém, quando ela viesse fazer esse transplante de medula óssea ela não poderia voltar para nossa casa, devido a infraestrutura.

Em fevereiro de 2015 fez o transplante e em abril teve alta e ao invés de irmos para nossa casa a assistente social do hospital nos encaminhou para ficarmos hospedadas na Casa Ronald, aquela que até então só conhecíamos o trabalho de assistência social e de psicologia.

Fomos acolhidos durante 9 meses como nossa segunda casa. Casa essa que sempre tem alguém para te abraçar e te passar forças. Casa formada de muito amor, carinho e dedicação de voluntários e funcionários. Casa essa que seremos eternamente gratos por tudo que fizeram por nós e que sempre estará de braços abertos para nos receber.

Fomos acolhidos durante 9 meses como a nossa segunda casa

Só tenho a agradecer a Deus pela vida da dona Sonia e seu Chico que mesmo diante da dor da perda eles construíram essa casa maravilhosa. Aqui eu deixo o nosso eterno agradecimento.

Jacqueline Prates - Mãe da Rapha

Doe hoje

Conheça a história de Jacqueline e Raphaela