Futsal Solidário da Casa Ronald McDonald-RJ

seg, 16/01/2017 - 11:27

Segunda edição do Futsal Solidário arrecada mais de R$25 mil em prol de crianças e adolescentes com câncer

Resultado supera em R$10mil o valor arrecadado na primeira edição do evento, realizada em 2015
 
O Futsal Solidário promovido pela Casa Ronald Mc Donald-RJ no último dia 17 de dezembro, no Tijuca Tênis Clube, arrecadou mais de R$25 mil em prol de uma causa solidária. Toda a renda obtida será revertida em projetos da instituição, que hospeda gratuitamente crianças e adolescentes que lutam contra o câncer. O valor supera a arrecadação da primeira edição do evento, em 2015, quando foram levantados mais de R$15 mil.
 
Equipe organizadora do evento e atletas.
 
O evento beneficente promoveu as finais do Campeonato Estadual de Futsal do Rio de Janeiro – Série Ouro (Sub 13, 11, 9 e 7) e o tradicional Jogo das Estrelas. Dentre os participantes, estiveram o zagueiro do Flamengo, Juan; o meia do Botafogo, Leandrinho; o ex-jogador da Seleção Brasileira de Futsal, Vinicius; os jogadores de futsal Cabreúva, Vander Carioca, Índio, Andrey, Cazuza e Café; o goleiro da Seleção Brasileira de Beach Soccer, Fanta; o armador do basquete do Vasco, Ricardinho; o atleta paralímpico do Futebol de Sete, Wanderson Oliveira, e os comentaristas Marcelo Rodrigues, do SporTV,  e Bocão, do Esporte Interativo.
 
    
Juan do Flamengo, Leandrinho do Botafogo,Vander Carioca e o atleta paralímpico Wanderson Oliveira.
 
 
Bono, o cachorro campeão mundial de surf com o público.
 
 
O Futsal Solidário nasceu da ideia de comemorar o aniversário do primeiro jogo beneficente promovido pela Casa Ronald McDonald, que, em 2016, completou 27 anos.Na época o evento foi realizado para viabilizar o tratamento de câncer do jovem Marcos Neves, filho da presidente da Casa Ronald McDonald do Rio de Janeiro, Sonia Neves, e do superintendente do Instituto Ronald McDonald, Francisco Neves. Marquinhos, como era chamado pelos familiares, foi diagnosticado com a doença aos dois anos de idade e teve que ser tratado no exterior. Para arrecadar dinheiro para a viagem, seus pais promoveram o jogo de futsal beneficente que reuniu amigos, familiares e atletas profissionais de futebol de campo. Nos Estados Unidos, o pequeno ficou hospedado em uma Casa Ronald McDonald e, apesar de não ter resistido aos tratamentos, se tornou um incentivo para que a família Neves iniciasse uma revolução no cenário do câncer infantojuvenil no Brasil.
 
Time do Vasco se concentrando antes da partida final.
 
 
 
 
 

Comentar